Campus e Comunidade

Alumnus do Técnico eleito como um dos líderes com menos de 40 anos mais influentes do mundo

O cofundador e presidente da Anchorage, Diogo Mónica, foi distinguido na categoria de Finanças na listagem da Fortune.

Diogo Mónica, antigo aluno do Técnico e cofundador e presidente da Anchorage é um dos “líderes emergentes” de todo o mundo nomeado pela Fortune na sua lista anual de pessoas influentes com menos de 40 anos de idade. A lista “2020 Fortune 40 Under 40” destaca 40 pessoas influentes em cinco categorias: finanças, tecnologia, cuidados de saúde, governo e política, e meios de comunicação e entretenimento. Diogo Mónica é destacado na categoria de finanças onde tem vindo a dar cartas enquanto líder da Anchorage uma startup baseada em São Francisco que tem dado que falar no mundo das criptomoedas.

Segundo a revista americana o nome de Diogo Mónica tem-se ouvido frequentemente no último ano devido ao ressurgimento da “moeda criptográfica”. Frisando que o antigo aluno do Técnico é “bem apreciado” “no mundo muitas vezes fracionário da moeda criptográfica”. No texto que acompanha a escolha do antigo aluno, é ainda referido que Diogo Mónica tem à sua espera um ano de 2021 brilhante “graças às novas regras federais- que permitem aos bancos deter ativos Bitcoin- que poderão trazer uma onda de negócios à Anchorage”.

Nascido na Califórnia e criado em Portugal, Diogo Monica criou a  Anchorage juntamente com Nathan McCauley, CEO da startup.  Em março de 2011, a dupla começou a trabalhar na equipa de segurança da Square na mesma semana, onde construíram o seu primeiro leitor de cartão para pagamento criptografado. Mais tarde, em 2015, juntaram-se à Docker, antes de começar a construir a Anchorage, o que aconteceu dois anos depois.

O alumnus do Técnico começaria cedo a atrair as atenções das grandes empresas. Com apenas 24 anos, e acabado de concluir o mestrado em engenharia de redes de comunicação e com o doutoramento em curso, Diogo Mónica recebeu um convite para estagiar “uns meses” numa de duas multinacionais: a Google ou o Facebook. Decidiu declinar ambos os convites e aceitar o convite da Square, dando assim início a uma carreira fulgurante.