Sobre o Curso

A Engenharia de Telecomunicações e Informática está vocacionada para a “Engenharia da Internet”, nomeadamente a chamada “internet-das-coisas”, que nos permite interagir com vários objetos, como frigoríficos, o aquecimento das nossas casas ou os produtos à venda num supermercado. Como tal, um engenheiro de telecomunicações e informática trabalha com redes de comunicação complexas, fixas ou móveis e as respetivas infraestruturas e desenvolve serviços ou aplicações, conhecendo os aspetos de segurança relacionados.

Plano Curricular

O 1º Ciclo em Engenharia Telecomunicações e Informática tem a duração de 6 semestres (3 anos), correspondentes a 180 ECTS, e é composto pelas seguintes componentes curriculares:

  • 1º ano (ECTS)

    • 36
    • 21
    • 3
  • 2º ano (ECTS)

    • 18
    • 42
  • 3º ano (ECTS)

    • 6
    • 42
    • 6
    • 6

Plano Curricular

Os currículos dos ciclos de estudos de 1º e 2º Ciclo foram reestruturados no ano letivo 2021/22 no seguimento do Decreto-Lei n.º 65/2018 e da implementação de um novo modelo de ensino e práticas pedagógicas (plano curricular anterior).

  1. Ciências Fundamentais (60 ECTS)

    As disciplinas da componente fundamental asseguram os conhecimentos base em:

    • Matemática
    • Programação
    • Física
  2. Especialidade: Área Principal (105 ECTS)

    A formação específica pretende complementar os conhecimentos fundamentais, introduzindo temáticas em:

    • Ciências da Especialidade (exemplos: arquitetura de redes, interação pessoa-máquina, sistemas de comunicações, antenas, sistemas operativos, segurança informática, entre outras)
    • Ciências da Engenharia (exemplos: algoritmos e estruturas de dados, sistemas digitais, engenharia de software, entre outras)
  3. Humanidades, Artes e Ciências Sociais (9 ECTS)

    A componente humanista, transversal a todos os cursos, visa compreender melhor a nossa sociedade para que o Engenheiro possa criar valor e dar resposta aos seus desafios recorrendo ao seu conhecimento científico e tecnológico, de forma mais adequada e contextualizada.

    O aluno pode escolher disciplinas, oferecidas em várias faculdades da ULisboa, de áreas como Gestão, Economia, Letras, Psicologia, Artes Visuais ou Desporto, entre outras.

    Humanidades, Artes e Ciências Sociais

  4. Projeto Integrador (6 ECTS)

    De forma a integrar o máximo de conhecimentos adquiridos na Licenciatura, desafia-se ao aluno trabalhar num tema da Engenharia de Telecomunicações e Informática que poderá ter por base um desafio real cuja solução será desenvolvida em equipa.

Condições de Acesso

Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior

  • Provas de Ingresso1: Matemática A + Física e Química
  • Nota de Candidatura2: MS x 50% + PI x 50%

1 Classificação mínima: 100 pontos

2 Classificação mínima: 120 pontos

MS: Média da classificação final do Ensino Secundário | PI: Média da classificação das Provas de Ingresso.

Concurso Nacional de Acesso

O ingresso neste ciclo de estudos poderá ser feito também através dos seguintes concursos:

  • Mudança de Par Instituição/Curso
  • Titulares de Curso Médio/Superior
  • Maiores de 23 Anos
  • Estudantes Internacionais

Mais informações sobre todos os concursos de acesso nacionais e internacionais em:

Candidaturas e Inscrições

Núcleos de Estudantes

Os alunos do Técnico dinamizam autonomamente e proativamente projetos que complementam o seu percurso académico, como os Núcleos de Estudantes, nos quais adquirem competências e mais-valias que os tornam mais competitivos no mercado de trabalho.

O Núcleo de Estudantes de Engenharia de Telecomunicações e Informática (NEETI) é a principal estrutura de estudantes do curso e promove atividades como:

  • Workshops
  • Competição BreakingDev
  • Desafio Freshman berries para os novos alunos
  • Repositório de materiais de estudo
  • Estágios de verão na iniciativa Técnico Summer Internships
  • Colaboração na Semana Empresarial e Tecnológica do Taguspark
  • Atividades lúdicas e recreativas