Sobre o Curso

A Engenharia Química é uma engenharia que combina conhecimentos de Química, de Física, de Matemática e de Ciências de Engenharia para investigar, conceber, projetar e operar sistemas de transformação de matérias químicas em produtos finais, através de processos químicos, físicos e biológicos, enquadrados por constrangimentos de natureza económica, social, ética e ambiental.

São objetivos centrais do Mestrado em Engenharia Química, entre outros:

  • Formar recursos humanos com uma sólida preparação ao nível dos princípios e métodos fundamentais de Engenharia Química e com uma visão clara da integração destes conhecimentos nas suas diversas áreas de aplicação, nomeadamente indústria, ambiente e serviços;
  • Sintetizar a convergência unificadora das diversas Tecnologias atualmente relacionadas com a Química e Engenharia Química e que contribuirá para o desenvolvimento e inovação nos domínios avançados da Engenharia Química;
  • Oferecer um conjunto de “Minors” com o intuito de garantir a formação em áreas chave da intervenção dos Engenheiros Químicos, quer em aplicações tradicionais, quer novas áreas emergentes, havendo um cuidado em assegurar a ligação destas áreas às novas oportunidades, tanto a nível nacional como internacional, como sejam a abertura de novas unidades de indústria química.

Plano Curricular

Mestrado Integrado em Engenharia Química está dividido em 1º Ciclo e 2º Ciclo.

Duração normal do curso:

  • Licenciatura – 6 semestres
  • Mestrado – 4 semestres

Número de créditos para a obtenção do grau:

  • 180 ECTS – Licenciado (em Ciências de Engenharia Química)
  • 120 ECTS – Mestre (em Engenharia Química)

Tronco comum:

  • 282 ECTS

Áreas de especialização:

  • Ambiente e Energia;
  • Catálise, Petroquímica e Polímeros;
  • Engenharia Alimentar;
  • Engenharia de Processos e Sistemas;
  • Gestão Industrial;
  • Materiais e Nanotecnologias.

Coerência científica com os mestrados:

  • MQ;
  • MMA;
  • MBioNano;
  • MEFarm.

Saídas Profissionais

Para além dos conhecimentos específicos de ciências básicas e engenharia química, o curso proporciona aos alunos também uma flexibilidade mental e hábitos de trabalho que são extremamente apreciados, não só na indústria química como em muitas outras áreas de emprego.

As saídas profissionais são múltiplas, salientando-se:

  • A Indústria Química e Petroquímica;
  • A Indústria Farmacêutica;
  • A Indústria Agroalimentar;
  • A Indústria do Ambiente;
  • A Indústria Têxtil;
  • A Investigação e Desenvolvimento;
  • A Consultadoria;
  • O Comércio e Serviços;
  • O Ensino.

Vagas e Notas Mínimas de Seriação

Ano Vagas Nota Mínima de Seriação
2016/2017 80 158,5
2016/2017 80 161,5
2017/2018 75 163,3
2019/2020 75 161,0