Avaliação de Conhecimentos e Competências

A avaliação da prestação académica dos estudantes decorre conforme os objetivos, métodos e calendarização da avaliação de cada unidade curricular (UC), estabelecidos pela Comissão Pedagógica de cada curso, que integra a Coordenação do Curso, Docentes-Responsáveis de cada UC e Delegados de Curso, em conformidade com a regulamentação estabelecida pelo Conselho Pedagógico.

A classificação de um estudante em qualquer elemento de avaliação numa unidade curricular é atribuída numa escala absoluta de 0 a 20 valores. No caso da classificação final, considera-se o estudante aprovado com uma classificação igual ou superior a 10 valores, após arredondamento ao inteiro mais próximo.

Todas as informações sobre a avaliação são disponibilizadas na página Fénix de cada unidade curricular.

Exames

Além dos momentos avaliativos designados por Avaliação Contínua (Mini-Testes, Fichas, Testes, Quizzes, Apresentações, Discussões de Projetos, Trabalhos), a maioria das UC realiza uma parte da sua avaliação por ExameExistem quatro momentos para a realização de exames.

O período de cada época de exames é definido durante o ano letivo anterior e divulgado no Calendário Escolar e a calendarização de cada prova (Época Normal e Época de Recurso) é divulgada no sistema Fénix antes do início de cada ano letivo.

Épocas de Exame

  1. Época Normal

    Este é o primeiro período de exames, imediatamente após cada período de aulas no caso das disciplinas que decorram por período ou após o segundo e quarto períodos, no caso das unidades curriculares semestrais.

    • Poderá ser necessária uma inscrição na prova no sistema Fénix (menu Estudante).
    • Não existem taxas ou emolumentos associados.
  2. Época de Recurso

    Este momento pretende dar a possibilidade de recuperação de componentes da avaliação em que o estudante não tenha conseguido atingir os objetivos propostos ou em que não tenha podido comparecer, sem prejuízo dos condicionamentos associados à realização de laboratórios e projetos.

    • Decorre após o segundo e quarto períodos e destina-se à recuperação tanto de disciplinas semestrais como de disciplinas que funcionem por períodos.
    • Poderá ser necessária uma inscrição na prova no sistema Fénix (menu Estudante).
    • Não existem taxas ou emolumentos associados.
  3. Época Especial

    Este período de exames tem como finalidade principal permitir que estudantes finalistas, a quem falta um número limitado de unidades curriculares, possam concluir o seu curso. Além disso, estudantes que detenham um estatuto especial ou desempenhem funções e atividades reconhecidas pela Escola, poderão também solicitar acesso a este período da avaliação.

    • Decorre depois de todas as outras épocas de exames.
    • Requer sempre uma inscrição na prova no sistema Fénix (menu Estudante > Época Especial), bem como o pagamento do emolumento associado.

    Inscrições em Época Especial

  4. Época Extraordinária

    Esta é a última oportunidade para a realização de exames e é mais restrita do que a Época Especial, uma vez que só estudantes detentores de estatutos especiais específicos poderão solicitar a realização de exames nesta época.

    • Decorre depois da Época Especial.
    • Requer um pedido de inscrição aos serviços académicos, bem como o pagamento do emolumento associado.

    Inscrições em Época Extraordinária

Prescrição

De acordo com a Lei n.º 37/2003 de 22 de agosto, aplica-se um regime de prescrições aos cursos de 1.º e 2.º ciclos e ciclos integrados que visa promover a responsabilização dos estudantes, entendida no sentido de que estes devem mostrar adequado aproveitamento escolar, justificando, pelo seu mérito, o acesso ao bem social de que beneficiam: a sua educação e formação. De acordo com a mesma Lei, o estudante prescrito fica impedido de se candidatar ou de se inscrever no mesmo ou noutro curso nos dois semestres seguintes.

O Técnico disponibiliza apoio a estudantes em situação próxima da prescrição, nomeadamente na definição de objetivos, prioridades e de métodos eficazes de estudo e na gestão de tempo e stress. Este apoio é prestado pelo Núcleo de Desenvolvimento Académico do Técnico que conta com profissionais especializados no sucesso académico e na aprendizagem.

Núcleo de Desenvolvimento Académico