Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior

Após a conclusão do ensino secundário, os estudantes que pretendam obter uma formação superior no Técnico deverão candidatar-se, através do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES), ao ingresso num curso de 1.º ciclo ou num curso de ciclo integrado, consoante a área de estudos pretendida. As candidaturas são formuladas junto dos Gabinetes de Acesso ao Ensino Superior do Ministério da Educação e Ciência, tendo em conta as condições de acesso definidas para cada curso. Para mais informações contacte a Área de Graduação.

Número de vagas 2017-2018

Licenciaturas:

Curso Vagas NMS1 Campus URL
Engenharia Naval e Oceânica (LENO) 30 160,0 Alameda
Engenharia Eletrónica (LEE) 34 145,0 Taguspark
Engenharia Geológica e de Minas (LEGM) 20 130,5 Alameda
Engenharia e Gestão Industrial (LEGI) 65 162,0 Taguspark
Engenharia Informática e de Computadores (LEIC-A) 170 166,5 Alameda
Engenharia Informática e de Computadores (LEIC-T) 90 160,0 Taguspark
Engenharia de Telecomunicações e Informática (LETI) 55 145,0 Taguspark
Matemática Aplicada e Computação (LMAC) 35 180,5 Alameda

Mestrados Integrados:

Curso Vagas NMS1 Campus URL
Arquitetura (MA) 50 158,3 Alameda
Engenharia Aeroespacial (MEAer) 85 185,3 Alameda
Engenharia do Ambiente (MEAmbi) 33 149,0 Alameda
Engenharia Biológica (MEBiol) 65 167,3 Alameda
Engenharia Biomédica (MEBiom) 60 179,5 Alameda
Engenharia Civil (MEC) 137 120,0 Alameda
Engenharia Eletrotécnica e de Computadores (MEEC) 220 161,0 Alameda
Engenharia Física Tecnológica (MEFT) 60 185,3 Alameda
Engenharia de Materiais (MEM) 25 155,5 Alameda
Engenharia Mecânica (MEMec) 170 169,8 Alameda
Engenharia Química (MEQ) 80 158,5 Alameda

1 – NMS: Nota Mínima de Seriação (nota do último colocado na 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES) de 2016 pelo contingente geral.


Classificações Mínimas de Acesso

As condições exigidas para a candidatura aos cursos ministrados no Técnico são as seguintes (expressas numa escala de 0 a 200 pontos):

  • Classificação mínima de 100 em cada uma das provas de ingresso (exames nacionais do ensino secundário), excetuando o curso de licenciatura em Matemática Aplicada e Computação em que a classificação mínima exigida é de 120, e;
  • Classificação mínima de 120 na nota de candidatura, excetuando o curso de licenciatura em Matemática Aplicada e Computação em que a classificação mínima exigida é de 140. A nota de candidatura (NC) é calculada utilizando um peso de 50% para a classificação do Ensino Secundário (MS) e um peso de 50% para a classificação das provas de ingresso (PI). – Fórmula de cálculo da nota de candidatura: NC=MS x 50% + PI x 50% (ou seja, média aritmética da classificação final do Ensino Secundário e da classificação das provas de ingresso).

Tens alguma dúvida? Consulta a página de FAQ's.

Mais informações no website da Direção Geral do Ensino Superior (DGES).